Ronco persistente pode ser associado com maiores taxas de problemas comportamentais em crianças
26 de setembro de 2012
Equipe Editorial Bibliomed

26 de setembro de 2012 (Bibliomed). Um estudo esclareceu se o ronco persistente em crianças de 2 a 3 anos de idade está associado com o desenvolvimento comportamental e cognitivo e identificou preditores de ronco transitório e persistente. Duzentas e quarenta e nove pares mãe/filho participaram de um estudo prospectivo de coorte de nascimento. Com base no relato pelos pais do ronco alto ≥ 2 vezes por semana aos 2 e 3 anos de idade, as crianças foram designadas como sem ronco, roncadores transitórios (roncavam aos 2 ou 3 anos de idade, mas não ambos)...

Palavras chave: ronco, crianças, problemas comportamentais, tabagismo, comportamento

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 9 de março de 2017
Inseticidas podem levar a alterações comportamentais em crianças
Notícia / Publicada em 10 de outubro de 2016
Jogos de vídeo em escolares: quanto é o bastante?
Notícia / Publicada em 19 de agosto de 2016
Uso de paracetamol em grávidas poderia determinar transtornos comportamentais em seus filhos
Notícia / Publicada em 29 de março de 2016
Obesidade materna associada a problemas comportamentais na criança
Notícia / Publicada em 20 de agosto de 2012
Ingestão de cafeína na gestação pode levar a comportamento infantil problemático futuro?
Notícia / Publicada em 18 de dezembro de 2003
Problemas comportamentais podem estar relacionados com asma em crianças
Notícia / Publicada em 26 de novembro de 2002
Exposição a PCBs afeta saúde mental da prole
Notícia / Publicada em 9 de agosto de 2002
Droga pode aliviar problemas comportamentais em autistas
Notícia / Publicada em 16 de julho de 2002
Ligação entre tabagismo materno e autismo


Assinantes


Esqueceu a senha?