Lesão Esofágica e Fístula Atrioesofágica causada pela Ablação para Fibrilação Atrial - Circulation. 2017;136:1247-1255.

Sunil Kapur, Chirag Barbhaiya, Thomas Deneke, Gregory F. Michaud

A perfuração esofágica é uma complicação temida da ablação da fibrilação atrial que ocorre em 0,1% a 0,25% dos procedimentos destas ablações. O diagnóstico retardado está associado ao desenvolvimento da fístula atrial-esofágica (FAE) e ao aumento da mortalidade. A relação entre o esôfago e a parede posterior do átrio esquerdo é variável e o esôfago é mais susceptível a lesões onde se encontra mais próximo das áreas de ablação endocárdica. A úlcera esofágica parece preceder o desenvolvimento da FAE, e a endoscopia pós-ablação documentando a presença desta úlcera esofágica pode identificar pacientes com maior risco para FAE. A FAE foi relatada com todas as modalidades de ablação da fibrilação atrial apesar do monitoramento da temperatura do esôfago. Apesar do nome...

Palavras chave: Cardiologia, ablação, complicação, perfuração, esôfago, contraste

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa