Esofagite não relacionada ao Refluxo Gastroesofágico

Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Introdução - Avaliação do paciente - Exames complementares - Abordagem terapêutica - Conclusão - Referências Bibliográficas. Introdução. A causa mais comum de Esofagite é o Refluxo Gastroesofágico (RGE). Contudo, o problema também pode ser causado por agentes infecciosos, medicações, radioterapia, doenças sistêmicas e trauma. Não existem estatísticas confiáveis demonstrando a incidência ou prevalência da Esofagite, mas estudos populacionais mostram que a alteração não possui predileção por raça, idade ou sexo. No presente artigo, abordaremos principalmente os quadros de Esofagite não-RGE.. As diretrizes do American College of Gastroenterology (ACG) definem a doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) como "sintomas ou complicações resultantes do refluxo do conteúdo gástrico no esôfago ou além, na cavidade oral (incluindo a laringe) ou no pulmão". A esofagite erosiva (EE), doença do refluxo não erosiva (NERD) e esôfago de Barrett são as três apresentações fenotípicas da DRGE. Em geral, os pacientes tendem a permanecer em sua apresentação fenotípica ao longo da vida com muito ...

Palavras chave: Esofagite, doença, refluxo gastroesofágico, disfagia, odinofagia, doenças sistêmicas, odinofagia, antibióticos, tratamento.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='Esofagite não relacionada ao Refluxo Gastroesofágico Esofagite, doença, refluxo gastroesofágico, disfagia, odinofagia, doenças sistêmicas, odinofagia, antibióticos, tratamento.',@type='ARTICLE', @libdocidant=17812, @max_rows=10, @key_rank=0


Assinantes


Esqueceu a senha?