Biperideno

Equipe Editorial Bibliomed

Dr. Marco Túlio Baccarini Pires. 1. Histórico. Por muitos anos os alcalóides da beladona e subseqüentemente seus substitutos sintéticos foram os únicos agentes úteis no tratamento do Parkinsonismo. Estas drogas estão ainda entre os medicamentos usados inicialmente contra o enjôo causado por movimentos.. Apesar de não serem atualmente os medicamentos de escolha no tratamento do Parkinsonismo, os antagonistas dos receptores muscarínicos de amina terciários, que têm acesso ao sistema nervoso central, podem ser usados quando os medicamentos anticolinérgicos estão indicados para o tratamento desta condição, e no caso de efeitos colaterais extrapiramidais de drogas antipsicóticas. 1. A primeira referencia disponível sobre o uso do cloridrato de biperideno na doença de Parkinson data de abril de 1960, publicada no Southern Medical Journal, de autoria de Lerner. 2. 2. Características do medicamento e apresentações disponíveis no Brasil. O biperideno, quimicamente conhecido como 3-piperidino-1-fenil-1-bicicloheptenil-1-propanol, é um agente anticolinérgico predominantemente central. O medicamento é indicado para tratamento do Parkinsonismo e das reações adversas extrapiramidais induzidas pelos neurolépticos e outras drogas que bloqueiam receptores basais ...

Palavras chave: biperideno, é, medicamento, via, cloridrato biperideno, cloridrato, mg, tratamento, biperideno é, 4, plasmática, akineton®, medicamentos, depuração plasmática, cloridrato biperideno comprimido, tratamento do parkinsonismo, depuração, central, ser, recep

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?