MSF exige a libertação imediata e incondicional dos dois profissionais seqüestrados na RDC

09 de junho de 2005
Equipe Editorial Bibliomed

09 de junho de 2005. A organização Médicos Sem Fronteiras decidiu suspender todas as atividades de saúde fora de Búnia, capital do distrito de Ituri, na República Democrática do Congo, mas continua oferecendo cuidados de saúde no hospital da organização em Búnia a todos que necessitarem de assistência. Os dois profissionais de MSF seqüestrados no ultimo último dia 2 de junho próximo de Jina, na região de Ituri, ao norte de Búnia, no nordeste da República Democrática do Congo, ainda não foram libertados.

Fonte:

Palavras chave: búnia, ituri, dois, democrática congo, república democrática congo, república democrática, seqüestrados, msf, democrática, fronteiras, junho, saúde, congo, república, msf seqüest

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 7 de março de 2007
Beber moderadamente faz bem para a saúde dos idosos
Clipping / Publicado em 14 de julho de 2006
Estresse aumenta o risco de doenças periodontais
Clipping / Publicado em 13 de fevereiro de 2006
Maior consumo de laticínios diminui periodontite
Clipping / Publicado em 30 de julho de 2004
Crianças com Aids são discriminadas na Índia
Clipping / Publicado em 11 de março de 2004
Cientistas isolam composto com potencial antimalárico
Clipping / Publicado em 26 de fevereiro de 2004
Tratamentos para homossexualidade trouxeram repercussões negativas para participantes de estudo
Clipping / Publicado em 2 de fevereiro de 2004
Cientistas dizem ter criado 'escudo contra infecções’
Clipping / Publicado em 19 de janeiro de 2004
A i>water bike /i>queima calorias e preserva articulações
Clipping / Publicado em 13 de junho de 2003
Prevenção de nascimentos pré-termo avaliada
Clipping / Publicado em 6 de janeiro de 2003
Treinamento garante boa memória


Assinantes


Esqueceu a senha?