Glicocorticóides aceleram a maturação intestinal e previnem a enterocolite necrotizante

14 de dezembro de 2004
Equipe Editorial Bibliomed

14 de dezembro de 2004. A enterocolite necrotizante é uma importante doença inflamatória do intestino prematuro que pode ser prevenida pela administração de glicocorticóides no período pré-natal antes da trigésima quarta semana de gestação. Pesquisa divulgada pelo American Journal of Physiology estudou a resposta de enxertos de intestino humano em desenvolvimento com estímulos pró-inflamatórios endógenos (IL-1) e exógenos. A resposta foi mediada por IL-8, IL-6 e proteína quimiotática de monócitos-1. Eles demonstraram que a utilização de acetato...

Palavras chave: physiology, semana, glicocorticóides, enterocolite, journal physiology, enterocolite necrotizante, 2004, resposta, necrotizante, trigésima, journal, de monócitos-1 demonstraram, demo

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 23 de maio de 2006
Solo africano revela potencial superantibiótico
Clipping / Publicado em 23 de março de 2006
Baixa de homocistina com vitamina B é inócua na redução do risco cardíaco
Clipping / Publicado em 19 de setembro de 2005
"Pré-hipertensão" aumenta risco de infarto e doenças cardíacas
Clipping / Publicado em 7 de janeiro de 2005
Em forma e com saúde
Clipping / Publicado em 24 de setembro de 2004
Médicos brasileiros desenvolvem nova técnica com células-tronco para tratamento de infarto
Clipping / Publicado em 20 de janeiro de 2004
Estudo implica i>Campylobacter jejuni /i> na patogênese de linfoma intestinaL
Clipping / Publicado em 20 de maio de 2003
DNA afasta união de sapiens e neandertal
Clipping / Publicado em 2 de abril de 2003
Sensibilizador de insulina aumenta colesterol bom
Clipping / Publicado em 14 de fevereiro de 2003
Unidades de saúde do Rio já podem cadastrar eletronicamente informações sobre gestantes
Clipping / Publicado em 6 de fevereiro de 2003
Gêmeas mexicanas unidas pelo abdômen são separadas com sucesso


Assinantes


Esqueceu a senha?