Cáries entre crianças refugiadas nos EUA: epidemiologia e fatores associados

06 de dezembro de 2004
Equipe Editorial Bibliomed

06 de dezembro de 2004. Muitas crianças refugiadas nos EUA nunca receberam nenhum tipo de cuidado odontológico, razão pela qual essa população estaria especialmente exposta ao risco de desenvolver cáries dentárias. Estudo publicado na última edição da respeitada revista Pediatrics traz uma comparação entra a saúde bucal de crianças refugiadas e de jovens americanos nativos. Segundo a revista, refugiados europeus têm em média três vezes mais cáries que crianças americanas da mesma etnia. Um fato curioso surpreendeu os investigadores: por motivos...

Palavras chave: crianças, cáries, refugiadas, desenvolver cáries dentárias, cáries crianças, crianças refugiadas, fatores, cáries dentárias, 2004, desenvolver, revista, americanos, desenvolver cárie

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 24 de março de 2006
Mundo está vencendo luta contra vaca louca, diz FAO
Clipping / Publicado em 17 de janeiro de 2006
Dermatite atópica: conseqüências para o indivíduo e para sociedade
Clipping / Publicado em 15 de setembro de 2005
Mini-laparotomia tem utilidade restrita nos aneurismas abdominais
Clipping / Publicado em 5 de abril de 2005
Erva-mate usada em chimarrão ajuda a combater colesterol ruim
Clipping / Publicado em 28 de outubro de 2003
Estamos prontos para as vacinas contra as DSTs? /
Clipping / Publicado em 28 de julho de 2003
Cuidado reduz risco em gestante cardíaca
Clipping / Publicado em 21 de julho de 2003
Efeitos da finasterida na prevenção do câncer de próstata são estudados
Clipping / Publicado em 2 de junho de 2003
Sars: otimismo na Ásia, preocupação no Canadá
Clipping / Publicado em 26 de março de 2003
Estudo rastreia como o HIV é transmitido pelo sexo oral
Clipping / Publicado em 14 de fevereiro de 2003
Leite materno de soropositivas pode ter HIV resistente


Assinantes


Esqueceu a senha?