Bronzeamento artificial apresenta risco para câncer de pele

24 de março de 2004
Equipe Editorial Bibliomed

24 de Março de 2004. Os raios UVA (ultravioletas tipo A) usados nas lâmpadas de bronzeamento artificial "podem contribuir de forma mais significativa para o câncer de pele do que se pensava antes", segundo estudo publicado na revista Pnas (Proceedings of the National Academy of Sciences). Pesquisas anteriores mostravam que os raios UVA eram menos cancerígenos do que os UVB (ultravioletas tipo B) porque, aparentemente, produziam danos menos diretos no DNA.

Fonte: Brasil Online

Palavras chave: pele, câncer pele, bronzeamento artificial, raios uva, artificial, raios, uva, tipo, câncer, menos, bronzeamento, anteriores mostravam raios, anteriores, mostravam raios, eram, cance

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 21 de junho de 2006
i> font FACE="Symbol">b /font> /i> - bloqueadores são subutilizados no infarto agudo miocárdio
Clipping / Publicado em 4 de abril de 2006
Fumantes são 40% mais propensos à impotência sexual
Clipping / Publicado em 17 de fevereiro de 2006
Médicos defendem nos EUA legalização da venda de órgãos
Clipping / Publicado em 19 de janeiro de 2006
Dieta pode afetar saúde mental, afirma pesquisa
Clipping / Publicado em 9 de janeiro de 2006
Estudo sugere que a rotina das radiografias de tórax em CTIs seja abandonada
Clipping / Publicado em 14 de outubro de 2005
Saúde adquire 4 mi de preservativos femininos para prevenção contra DST/Aids
Clipping / Publicado em 29 de agosto de 2005
Misoprostol é eficaz no tratamento da perda gestacional
Clipping / Publicado em 31 de maio de 2005
Implante de lentes multifocais melhora qualidade de vida de pacientes
Clipping / Publicado em 31 de outubro de 2003
Doentes com lesões cerebrais poderão estar mais atentos do que se julga
Clipping / Publicado em 25 de setembro de 2003
AIDS - Imunes por natureza


Assinantes


Esqueceu a senha?