/i> em>Stents /em> embebidos em sirolimus são eficazes se empregados em lesões com alto risco de reestenose

18 de fevereiro de 2004
Equipe Editorial Bibliomed

18 de fevereiro de 2004. Stents embebidos em sirolimus têm se mostrado eficazes no tratamento de lesões vasculares com baixo risco de reestenose. A fim de avaliar o desempenho desses dispositivos quando empregados em lesões com alto risco de reestenose, estudiosos espanhóis acompanharam a evolução de 100 pacientes durante 6 meses. Publicado na Revista Española de Cardiologia, o artigo que descreve o estudo mostra que stents dessa natureza podem ser empregados em lesões de alto risco para reestenose, tendo sido observados poucos...

Palavras chave: reestenose, risco reestenose, alto risco, alto risco reestenose, risco, alto, lesões, revista española, lesões alto, eficazes, stents, revista, española, empregados, sirolimus, o art

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 23 de dezembro de 2005
Morte súbita de bebês pode complicar gestações futuras
Clipping / Publicado em 13 de dezembro de 2005
OMS aponta para a necessidade de investimentos no combate à tuberculose
Clipping / Publicado em 7 de julho de 2005
Metanfetamina substitui cocaína como preocupação nº 1 dos EUA
Clipping / Publicado em 24 de junho de 2005
Obesidade afeta 3 milhões de crianças européias
Clipping / Publicado em 6 de junho de 2003
Hormônio sexual feminino eleva surgimento de varizes
Clipping / Publicado em 3 de junho de 2003
Droga em teste reduz tumores cancerígenos
Clipping / Publicado em 29 de maio de 2003
Carência de vitaminas do tipo B pode levar à anorexia e à perda de memória
Clipping / Publicado em 2 de maio de 2003
Hormônios sexuais influenciam sentido de orientação
Clipping / Publicado em 1 de abril de 2003
Crise na cabeça
Clipping / Publicado em 28 de março de 2003
Cientistas criam sensor minúsculo para medir glicose no sangue


Assinantes


Esqueceu a senha?