Uso de desfibriladores por policiais e bombeiros não melhora chances de sobrevida dos pacientes

09 de dezembro de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

09 de Dezembro de 2003. Para testar a hipótese de que o uso de um desfibrilador automático por bombeiros e policiais em emergências aumentaria a sobrevivência de pacientes após sua admissão no hospital, um grupo de pesquisadores holandeses conduziu um ensaio clínico randomizado em oito centros participantes, de janeiro de 2000 a janeiro de 2002. O estudo, publicado no British Medical Journal, demonstrou não haver aumento significativo nos índices de sobrevivência dos pacientes submetidos ao procedimento antes de receberem cuidados especializados.

Palavras chave: uso, bombeiros, janeiro, british medical, policiais, sobrevivência, não, pacientes, medical, de, british, janeiro 2002, 2002 estudo, 2002 estudo publicado, estudo publicado, 2000, j

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 10 de abril de 2007
Gordura pode cortar efeitos benéficos da vitamina C
Clipping / Publicado em 3 de maio de 2006
Mães devem esperar 18 meses entre gestações, diz estudo
Clipping / Publicado em 25 de novembro de 2005
Fibrinogênio estaria associado ao Alzheimer, diz estudo
Clipping / Publicado em 18 de novembro de 2005
Fungo africano pode ajudar a combater malária
Clipping / Publicado em 8 de novembro de 2005
Relações exatas
Clipping / Publicado em 11 de agosto de 2005
Leite com adição de flúor poderia evitar cáries
Clipping / Publicado em 25 de julho de 2005
Vírus veio com as pranchas
Clipping / Publicado em 25 de julho de 2005
Especialistas apontam novidades e cuidados nos tratamentos de pele durante o inverno
Clipping / Publicado em 18 de abril de 2005
Cadeira elétrica para o câncer
Clipping / Publicado em 27 de dezembro de 2004
Células, tronco da vida


Assinantes


Esqueceu a senha?