Pesquisa mostra que apenas 1% dos africanos aidéticos tem acesso a remédios

23 de setembro de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

23 de Setembro de 2003. Um relatório realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o grupo não-governamental Médicos sem fronteiras (MSF) funciona como um alerta para situação da Aids na África. O documento revela que apenas um por cento da população africana que precisa de tratamento contra a doença tem acesso ao coquetel de remédios para o tratamento. O principal o objetivo deste levantamento é incentivar os países em desenvolvimento a fabricarem seus próprios genéricos de remédios antiretrovirais ou estimular a aprovação de leis que proporcionem...

Palavras chave: remédios, acesso, apenas, tratamento, principal, doença, incentivar países, países desenvolvimento, incentivar países desenvolvimento, coquetel, levantamento é, é incentivar, próp

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 17 de março de 2006
Refrigerantes podem aumentar erosão do dente, concluíram pesquisadores
Clipping / Publicado em 17 de março de 2006
Substância na pimenta pode ajudar contra câncer da próstata
Clipping / Publicado em 1 de março de 2006
Analistas apontam diabetes como ameaça à população européia
Clipping / Publicado em 30 de janeiro de 2006
Cai para 650 mil portadores do vírus da Aids na China
Clipping / Publicado em 11 de agosto de 2005
Estados da região Sul discutem políticas de combate à tuberculose
Clipping / Publicado em 8 de julho de 2005
Eficácia da acupuntura no tratamento da fibromialgia é questionada
Clipping / Publicado em 30 de maio de 2005
A medicina da alma
Clipping / Publicado em 4 de maio de 2005
Acupuntura é mesmo eficiente, diz pesquisa britânica
Clipping / Publicado em 4 de maio de 2005
Solitários têm mais risco de doenças cardíacas, diz estudo
Clipping / Publicado em 12 de abril de 2005
Mal de Parkinson pode levar paciente à solidão


Assinantes


Esqueceu a senha?