Casos de rabdomiossarcoma infantil tem melhor evolução se apresentam DNA hiperdiplóide e baixa atividade celular

06 de maio de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

06 de Maio de 2003. A maioria dos estudos realizados até o momento demonstrou que o rabdomiossarcoma (RMS) na população pediátrica tem uma melhor evolução quando estão presentes DNA hiperdiplóide e uma baixa atividade proliferativa celular. Um estudo publicado esta semana na revista Pediatric Pathology and Molecular Medicine, objetivando avaliar a possível relevância clínica da ploidia do DNA e da atividade proliferativa no RMS infantil no trato geniturinário, realizou o exame histológico em 12 destes casos. A idade média do diagnóstico foi de 65 meses....

Palavras chave: dna, atividade, dna hiperdiplóide, baixa atividade, hiperdiplóide baixa atividade, hiperdiplóide baixa, proliferativa, rms, hiperdiplóide, baixa, casos, pathology molecular, infantil

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



Assinantes


Esqueceu a senha?