A insônia é um forte preditor de invalidez a longo prazo

24 de maio de 2006
Equipe Editorial Bibliomed

24 de Maio de 2006. A insônia crônica é comum na população geral. Seus efeitos na funcionalidade e incapacitação são geralmente atribuídos a condições de base. Portanto o diagnóstico de insônia não qualifica o paciente para receber uma pensão por invalidez na Europa e Estados Unidos. Pesquisadores publicaram no Americal Journal of Epidemiology de maio, um artigo que investiga quando a insônia evolui para invalidez a longo prazo. Segundo os resultados, sugere-se que a insônia receba maior atenção como um preditor forte de invalidez subseqüente.

Palavras chave: invalidez, insônia, preditor, longo prazo, invalidez longo, invalidez longo prazo, é, journal epidemiology, forte, epidemiology, longo, prazo, maio, 2006, journal, segundo resultados

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 27 de junho de 2007
Quão irritante é o álcool?
Clipping / Publicado em 9 de fevereiro de 2006
Estudo investiga pacientes com problemas renais e cardíacos
Clipping / Publicado em 3 de janeiro de 2006
'Dentes bonitos podem contribuir para o sucesso'
Clipping / Publicado em 20 de dezembro de 2005
OMS autoriza sete novos remédios para tratamento da Aids
Clipping / Publicado em 28 de outubro de 2005
Autoridades peruanas eliminam morcegos com raiva silvestre
Clipping / Publicado em 30 de agosto de 2005
Fluido amniótico
Clipping / Publicado em 18 de julho de 2005
Qualidade de vida de transplantados de fígado está aquém do aceitável
Clipping / Publicado em 20 de junho de 2005
Australianos fabricam sangue a partir de células-tronco
Clipping / Publicado em 9 de junho de 2005
MSF exige a libertação imediata e incondicional dos dois profissionais seqüestrados na RDC
Clipping / Publicado em 24 de abril de 2003
Cientistas japoneses descobrem nova vitamina em 55 anos


Assinantes


Esqueceu a senha?