Exposição à poluição ambiental e a incidência de doenças cardíacas congênitas

12 de julho de 2013
Equipe Editorial Bibliomed

12 de julho de 2013 (Bibliomed). As anomalias congênitas são a principais causas de morbidade e mortalidade infantil. Estudos sugerem que há uma associação entre contaminantes ambientais e algumas anomalias, embora a evidência seja limitada. Um estudo americano utilizou dados dos “California Center of the National Birth Defects Prevention” e do “Children's Health and Air Pollution”  para estimar as chances de 27 tipos de defeitos cardíacos congênitos estarem relacionados a sete  poluentes ambientais atmosféricos e exposições a poluentes do tráfego na Califórnia...

Palavras chave: pediatria, doença cardíaca congênita, poluição ambiental, tráfego.

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 26 de abril de 2007
Óleo de peixe pode preservar a habilidade de pensamento de idosos
Clipping / Publicado em 18 de maio de 2006
Empresa russa congela cérebros para ressurreição no futuro
Clipping / Publicado em 19 de janeiro de 2006
Leite no café da manhã ajuda a emagrecer, diz estudo
Clipping / Publicado em 16 de dezembro de 2005
Cientistas alertam para riscos de hepatotoxicidade do paracetamol
Clipping / Publicado em 30 de novembro de 2005
Emergências pediátricas em vôos comerciais podem estar sendo negligenciadas por companhias aéreas dos EUA
Clipping / Publicado em 24 de agosto de 2005
Chocolate: remédio ou um simples alimento?
Clipping / Publicado em 17 de junho de 2005
Mais de 400 cidades chinesas sofrem com escassez de água
Clipping / Publicado em 9 de dezembro de 2004
Atopia pode proteger crianças de infecções gastrintestinais
Clipping / Publicado em 13 de setembro de 2004
Atividade física é importante fator de proteção cardiovascular, diz estudo
Clipping / Publicado em 30 de abril de 2003
Cientistas criam nervo funcional para pênis de laboratório


Assinantes


Esqueceu a senha?