Endocrinologia e Diabetes - Parte 05 – Distúrbios do Metabolismo Ósseo e Mineral – Capítulo 37 – Hiperparatireoidismo Primário: Aspectos Gerais

Daniella Rêgo Leonardo Bandeira Francisco Bandeira . Introdução . O diagnóstico diferencial de hipercalcemia pode ser considerado, do ponto de vista prático, entre hiperparatireoidismo primário e tumores malignos, os quais correspondem a 90% dos pacientes com hipercalcemia. Outras causas de hipercalcemia só devem ser consideradas quando estas forem descartadas. Existem algumas diferenças entre a apresentação clínica da hipercalcemia associada ao hiperparatireoidismo primário e aquela associada a malignidade. O hiperparatireoidismo primário, em nosso meio, apresenta-se como uma doença assintomática em cerca da metade dos pacientes, os quais são diagnosticados durante avaliação bioquímica rotineira.1 Em outras séries, os pacientes assintomáticos representam 80% dos pacientes diagnosticados.2 os pacientes com hipercalcemia associada a doença maligna são usualmente sintomáticos, já que representam uma manifestação tardia do processo neoplásico. A distinção laboratorial entre hiperparatireoidismo primário e hipercalcemia das doenças malignas é firmemente estabelecida pela dosagem sérica do paratormônio (ptH) intacto com ensaios....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?