Malária no início da gestação pode causar aborto
18 de maio de 2012
Equipe Editorial Bibliomed

18 de maio de 2012 (Bibliomed). Os efeitos da malária e seu tratamento no primeiro trimestre de gravidez permanecem obscuros.

Pesquisadores da University of Oxford avaliaram os resultados de mulheres expostas e não expostas à malária durante o primeiro trimestre da gravidez e compararam os resultados depois de tratamento com cloroquina, quinino ou artemisinina.

De 48.426 mulheres grávidas, 17.613 (36%) preencheram os critérios de inclusão: 16.668 (95%) não tiveram malária durante a gravidez e 945 (5%) tiveram...

Palavras chave:

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 16 de outubro de 2012
Estratégias visam a prevenção do aborto inseguro
Notícia / Publicada em 8 de março de 2012
Leis de restritivas do aborto não são associadas a menores taxas deste
Notícia / Publicada em 19 de maio de 2009
Abortos induzidos em sobreviventes de câncer
Notícia / Publicada em 26 de novembro de 2002
Febre no primeiro trimestre não aumenta risco de aborto
Notícia / Publicada em 13 de novembro de 2002
Tratamento de miomas uterinos pode prejudicar chance de gravidez
Notícia / Publicada em 3 de agosto de 2001
Pesquisadores descobrem gene que causa abortos repetidos
Notícia / Publicada em 30 de janeiro de 2001
Brasil: Aborto Ilegal Pode Chegar a 1,2 Milhão de Casos
Notícia / Publicada em 9 de janeiro de 2001
Brasil: Grã-Bretanha Distribui Pílula do Aborto
Notícia / Publicada em 29 de agosto de 2000
Vaginose Bacteriana no Início da Gravidez Aumenta o Risco de Perda Fetal


Assinantes


Esqueceu a senha?