A cessação da realização de ducha vaginal reduz ocorrência de vaginose bacteriana
04 de julho de 2008
Equipe Editorial Bibliomed

04 de julho de 2008 (Bibliomed). Um estudo publicado em recente edição do periódico American Journal of Obstetrics and Gynecology avaliou o risco de vaginose bacteriana após a cessação da realização ducha vaginal.

Foram investigadas 39 mulheres em idade reprodutiva, com relato inicial de uso de produtos para ducha vaginal. Estes produtos foram usados por 20 semanas, seguidos por 12 semanas com cessação do uso. Posteriormente, as mulheres optaram por manter a cessação ou retornar à prática de ducha vaginal.

O...

Palavras chave: cessação, ducha, vaginose, vaginal, vaginose bacteriana, após, bacteriana, mulheres, semanas, inicial uso, risco vaginose, uso, cessação ducha, produtos, risco, inicial, fase, journal, odds, mulheres relataram razão,

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 10 de junho de 2019
Duchas anais e risco aumento de infecções sexualmente transmissíveis
Notícia / Publicada em 1 de outubro de 2010
Tabagismo contribui para a morbi-mortalidade em pacientes com HIV
Notícia / Publicada em 14 de janeiro de 2009
Duchas vaginais de Coca-Cola e contracepção
Notícia / Publicada em 15 de julho de 2008
Ducha vaginal e vaginose bacteriana
Notícia / Publicada em 28 de março de 2007
Duchas vaginais elevam o risco de partos prematuros
Notícia / Publicada em 20 de setembro de 2002
Vaginoses estão relacionadas com parto prematuro
Notícia / Publicada em 19 de setembro de 2002
Vaginoses estão relacionadas com parto prematuro
Notícia / Publicada em 29 de março de 2001
Doença periodontal contribui para o risco de parto prematuro
Notícia / Publicada em 22 de dezembro de 2000
Exames Vaginais Simples Determinam Risco de Trabalho de Parto Prematuro


Assinantes


Esqueceu a senha?