Culturas Persistentemente Positivas Prevêem a Morte de Neonatos Devido a Candidíase

17 de outubro de 2000
Equipe Editorial Bibliomed

WESTPORT, (Reuters Health) – No atendimento de neonatos com candidíase invasiva, é comum as culturas permanecerem positivas mesmo após mais de 24 horas de tratamento antifúngico com dose de ataque, relatam pesquisadores de Michigan. Mas o risco de morte e complicações focais aumentam com a duração da persistência.

Os Drs. Rachel L. Chapman e Roger G. Faix, da University of Michigan Medical Center em Ann Arbor, tentaram determinar se as culturas positivas por mais de 24 horas após se atingir a dose de ataque de anfotericina (pelo menos 0,5mg/kg por dia) ou fluconazol...

Palavras chave: culturas, positivas, persistentemente, culturas persistentemente, persistentemente positivas, candidíase, complicações, culturas persistentemente positivas, morte, complicações focais, focais, mais, versus, candidíase invasiva, recém-nascidos, sangue, tratamento, invasiva, dia, autores,

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for a

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa