O vício no jogo pode ser um problema familiar
20 de março de 2006
Equipe Editorial Bibliomed

20 de março de 2006 (Bibliomed). A adição ao jogo é um sério problema, de ordem psiquiátrica, que pode destruir as finanças, os relacionamentos, e criar problemas legais para as pessoas vítimas deste mal, podendo até mesmo levar ao suicídio. Mas existiria uma tendência familiar para a ocorrência deste vício?

Um novo estudo incluiu trinta e uma pessoas viciadas em jogar e 193 outros indivíduos, que eram parentes próximos delas. Além disso, para criar uma comparação, 31 indivíduos que não tinham problemas com o jogo também tomaram...

Palavras chave: eram, parentes, jogo, mais, problemas, indivíduos, não, familiar, pessoas, estudo, já, dos jogadores patológicos, anos, patológicos, vício, dos jogadores, resultados observou-se parentes, parentes dos jogadores, resultados observou-se, observou-se parentes,

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 10 de outubro de 2016
Jogos de vídeo em escolares: quanto é o bastante?
Notícia / Publicada em 5 de agosto de 2013
Efeito das lesões na performance de times profissionais de futebol
Notícia / Publicada em 25 de fevereiro de 2013
História familiar aumenta as chances de fibrilação ou flutter atrial nos parentes de primeiro grau
Notícia / Publicada em 22 de fevereiro de 2011
Jogadores patológicos têm altas taxas de transtornos mentais comórbidos
Notícia / Publicada em 14 de outubro de 2010
Máquinas caça-níqueis podem “enganar” o jogador
Notícia / Publicada em 23 de março de 2010
Risco familiar de câncer colorretal
Notícia / Publicada em 23 de outubro de 2002
Risco de suicídio aumenta com história familiar
Notícia / Publicada em 24 de julho de 2001
Ambulatório da USP estuda jogadores patológicos
Notícia / Publicada em 12 de dezembro de 2000
Brasil: Irritação e Excitação Contínuas Podem Ser Sinais de Jogo Patológico


Assinantes


Esqueceu a senha?