Coleira inseticida pode reduzir risco de leishmaniose
14 de agosto de 2002
Equipe Editorial Bibliomed

14 de Agosto de 2002 (Bibliomed). Casos de leishmaniose humana e animal vêm aumentando nos centros urbanos brasileiros, deflagrando o aumento da vigilância epidemiológica quanto à presença de animais portadores da doença e controle destes para impedir o surgimento de uma epidemia da doença em humanos. Estudo conduzido no Irã pode trazer uma alternativa fácil e barata para auxiliar o controle desta infecção grave: uso de coleiras inseticidas nos cães.

Segundo os pesquisadores, o uso deste dispositivo afugentaria a aproximação do inseto vetor da doença,...

Palavras chave: doença, cães, pesquisadores, controle, inseticidas, animais, vilas, uso, infecção, aumentando, leishmaniose, coleiras, estratégias controle, segundo pesquisadores, proprietários cães, 18 vilas, 18, estudo, ano, aumentando forma constante,

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 5 de maio de 2013
Rastreio de câncer de mama por voluntárias treinadas: uma experiência que deu certo
Notícia / Publicada em 21 de junho de 2012
Exposição precoce a animais de estimação pode ajudar a prevenir alergias
Notícia / Publicada em 27 de maio de 2011
O controle de larvas ao longo do ano pode ser aumentar a resistência a inseticidas e potencializar a epidemia de dengue
Notícia / Publicada em 26 de agosto de 2003
Vacina contra leishmaniose é lançada em BH
Notícia / Publicada em 13 de novembro de 2002
Aquecimento global interfere na incidência de leishmaniose visceral
Notícia / Publicada em 4 de outubro de 2002
Animais de estimação reduzem stress
Notícia / Publicada em 22 de maio de 2002
Terapia genética combate hemofilia em cães
Notícia / Publicada em 15 de maio de 2001
Pesquisa abre caminho para a cura da leishmaniose
Notícia / Publicada em 2 de agosto de 2000
Saúde Lança Campanha Contra a Leishmaniose


Assinantes


Esqueceu a senha?