Época da prática sexual não influi em risco de defeito congênito
21 de maio de 2002
Equipe Editorial Bibliomed

21 de Maio de 2002 (Bibliomed). Estudos em animais haviam sugerido que a época da fecundação, e conseqüentemente a época em que um casal havia feito sexo, afetava a probabilidade de ocorrência de defeitos congênitos na prole. Tal aumento de risco se deveria ao fato de que o óvulo ou espermatozóide “velho” poderia estar sob risco maior de ocorrência de defeitos genéticos.

Estudo feito em humanos, porém, não confirmou este achado. Os pesquisadores se dizem surpresos com esta observação.

A idéia de que se um casal praticasse sexo muito antes ou...

Palavras chave: época, sexo, mais, não, defeitos, método, defeitos congênitos, risco, –, congênitos, ovulação, pesquisadores, dia, método ritmo, ocorrência defeitos, óvulo espermatozóide, ocorrência, fertilização, segundo, – fizeram período,

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?