Urânio contido em alimentos compromete funções da medula óssea
17 de setembro de 2001
Equipe Editorial Bibliomed

Belo Horizonte, 17 de Setembro de 2001 (Bibliomed). A ingestão diária de alimentos que contêm urânio, ainda que em quantidade moderada, compromete as funções da medula óssea. A conclusão é do estudo realizado pelo Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com a Universidade de Santo Amaro (Unisa).

A experiência, coordenada pelo físico João Arruda Neto, foi feita em cães da raça beagle. Esses cães foram escolhidos por apresentar metabolismo semelhante ao dos seres humanos, em que 80% do metal incorporado vão para os ossos.

A...

Palavras chave: urânio, é, alimentos, cães, óssea, medula, acúmulo urânio, são, metal, acúmulo, medula óssea, urânio é, funções medula óssea, funções medula, instituto, cálcio, pesquisas, universidade, não, material,

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 13 de dezembro de 2011
Transplantes com células-tronco de sangue periférico não são melhores que de células-tronco de medula óssea
Notícia / Publicada em 22 de agosto de 2002
Células da medula óssea podem promover revascularização
Notícia / Publicada em 3 de julho de 2002
Células-tronco podem reconstruir cordas vocais
Notícia / Publicada em 17 de outubro de 2001
Novo método de transplante dispensa doador
Notícia / Publicada em 30 de julho de 2001
Avanços no tratamento de doenças renais
Notícia / Publicada em 7 de junho de 2001
Pará terá primeiro Centro de Transplante do Norte/Nordeste
Notícia / Publicada em 20 de janeiro de 2001
BRASIL: Resenha Semanal
Notícia / Publicada em 26 de setembro de 2000
Pacientes Pediátricos Receptores de Medula Óssea Apresentam Risco de Diabetes a Longo Prazo
Notícia / Publicada em 18 de agosto de 2000
São Paulo Estabelece Parceria Para Incentivar Doação de Medula


Assinantes


Esqueceu a senha?