A acne vulgar resistente a antibiótico torna-se problemática
23 de abril de 2001
Equipe Editorial Bibliomed

By Jill Stein

ISTANBUL (Reuters Health)
– Os antibióticos não devem ser usados para tratar a acne grave, disseram os pesquisadores suecos no 11th European Congress of Clinical Microbiology and Infectious Diseases.

A Dra. Eva Borglund e associados no Karolinska Institute in Stockholm, basearam sua recomendação nos resultados de um estudo no qual cepas da Propionibacterium acnes resistente foram achadas em 28% dos pacientes com acne grave tratados com antibióticos.

Os pesquisadores detectaram cepas resistentes em somente 6% dos pacientes...

Palavras chave: acne, antibióticos, pacientes, tratados, acnes, cepas, acne grave, p acnes, p, grave, não, antibiótico, cepas p, tratados antibióticos, resistente, mg/l *, pesquisadores, dra, cepas p acnes, resultados,

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?