Aumenta a violência por armas de fogo durante a pandemia
15 de dezembro de 2021
Equipe Editorial Bibliomed

15 de dezembro de 2021 (Bibliomed). 2020 foi um dos anos mais mortíferos já registrados nos Estados Unidos. A COVID-19 não apenas causou a morte de mais de 700.000 americanos, mas a violência armada também atingiu um recorde histórico em duas décadas. 

É difícil dizer com certeza como essas duas crises estão conectadas, mas os pesquisadores suspeitam que a pandemia e as medidas de permanência em casa criaram uma cultura de estresse, aumento do consumo de drogas, violência...

Palavras chave: Pediatria, violência, armas de fogo, crianças, mortes.

Copyright © 2021 Bibliomed, Inc.

Divulgação



conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 13 de janeiro de 2022
Estados com maior capacidade de tratamento de saúde mental têm menores taxas de suicídio entre jovens?
Notícia / Publicada em 30 de março de 2021
Violência na TV associada ao maior uso de armas de fogo entre jovens
Notícia / Publicada em 4 de novembro de 2019
Taxas de suicídio de jovens aumentam com os níveis de pobreza da comunidade
Notícia / Publicada em 8 de novembro de 2018
Crianças não conseguem diferenciar armas de fogo verdadeiras das armas de brinquedo
Notícia / Publicada em 18 de setembro de 2018
Mortalidade global por armas de fogo: 1990-2016
Notícia / Publicada em 17 de fevereiro de 2014
Lesões por armas de fogo entre crianças e adolescentes não são incomuns nos Estados Unidos
Notícia / Publicada em 10 de fevereiro de 2014
Acesso a armas de fogo e o risco de suicídio ou homicídio
Notícia / Publicada em 11 de junho de 2013
Legislação sobre armas de fogo e mortalidade
Notícia / Publicada em 5 de setembro de 2002
Presença de armas de fogo estimula suicídio


Assinantes


Esqueceu a senha?