Risco de embolia pulmonar fatal após interrupção de anticoagulante - Annals of Internal Medicine 2007; 147(11):766-74.

O risco, a longo prazo, de tromboembolismo pulmonar (TEP) fatal, após o tratamento de tromboembolismo venoso (TEV), pode ser considerado um fator importante na decisão de se interromper o tratamento. James Douketis e colaboradores, da Universidade MacMaster, Canadá, realizaram estudo de coorte prospectivo, com o objetivo de fornecer estimativas confiáveis e precisas do risco anual de TEP e da taxa de fatalidade de recorrência da doença. Além disso, o estudo avaliou também esses desfechos, de acordo com a apresentação inicial do TEV (trombose venosa profunda, TVP, TEP ou ambos) e sua etiologia (secundária ou idiopática), em pacientes que interromperam a terapia anticoagulante.

Foi criada uma coorte, com inclusão de pacientes que apresentaram um primeiro episódio de TEV sintomático, e que interromperam o uso de anticoagulante. Foram determinadas...

Palavras chave: tep, taxa fatalidade, taxa, pacientes, fatalidade, tev, tratamento, após, tep fatal, fatal, anual, risco, pessoas-ano, tvp, após tratamento, episódio tev sintomático, tev sintomático, estudo, terapia, recorrência,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='Risco de embolia pulmonar fatal após interrupção de anticoagulante - Annals of Internal Medicine 2007; 147(11):766-74. tep, taxa fatalidade, taxa, pacientes, fatalidade, tev, tratamento, após, tep fatal, fatal, anual, risco, pessoas-ano, tvp, após tratamento, episódio tev sintomático, tev sintomático, estudo, terapia, recorrência, ',@type='ARTICLE', @libdocidant=0, @max_rows=10, @key_rank=0


Assinantes


Esqueceu a senha?