Diferenças de sexos no uso de estatinas na prática comunitária - Circulation: Cardiovascular Quality and Outcomes. DOI: 10.1161/CIRCOUTCOMES.118.005562.

Michael G. Nanna, Tracy Y. Wang, Qun Xiang, Anne C. Goldberg, Jennifer Robinson, Veronique L. Roger, Salim S. Virani, Peter W.F. Wilson, Michael J. Louie, Andrew Koren, Li Zhuokai, Eric D. Peterson, Ann Marie Navar

Antecedentes: Pacientes do sexo feminino têm historicamente recebido um tratamento lipídico menos agressivo do que pacientes do sexo masculino. Padrões de cuidados contemporâneos e as possíveis causas dessas diferenças são desconhecidos.

Métodos e resultados: Examinando o Patient and Provider Assessment of Lipid Management Registry - um registro nacional de pacientes ambulatoriais com ou em risco de doença cardiovascular aterosclerótica - comparamos o uso de terapia com estatinas, a dosagem de estatinas recomendada pelas diretrizes e as razões...

Palavras chave: Cardiologia, estatina, terapia, mulheres, homens, lipídeos, diferenças sexuais.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?