Efeitos comparativos de medicamentos antidepressivos e depressão maior não tratada nos resultados da gravidez - Arch Womens Ment Health. DOI: 10.1007/s00737-018-0844-z.

Mitchell J, Goodman J.

O tratamento psicofarmacológico de gestantes é uma área de contínua controvérsia; uma extensa pesquisa observacional sobre o uso de medicamentos antidepressivos na gravidez descobriu que esses medicamentos estão associados ao aumento do risco de aborto espontâneo, parto pré-termo e baixo peso ao nascer. No entanto, a depressão em si também tem sido associada ao aumento do risco desses mesmos resultados, e apenas recentemente os pesquisadores começaram a tentar comparar a depressão tratada com a não tratada. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão sistemática da literatura para integrar esses estudos comparativos e comparar riscos e benefícios. Pesquisas PubMed, PsycInfo e CINAHL; seleção de estudo; e extração de dados foram realizadas usando diretrizes PRISMA. Onze estudos prospectivos observacionais...

Palavras chave: Psiquiatria, depressão periparto, antidepressivos, gravidez, parto prematuro, peso ao nascer.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Artigo / Publicado em 16 de dezembro de 2013

Depressão Pós-Parto

Artigo / Publicado em 20 de março de 2019

Depressão infantil

Artigo / Publicado em 15 de junho de 2018

Complicações pós-abortamento

Artigo / Publicado em 2 de março de 2009

Gestação de Alto Risco: comorbidades na gravidez

Notícia / Publicada em 16 de junho de 2016

Antidepressivos podem ser ineficazes em crianças e adolescentes

Notícia / Publicada em 14 de julho de 2014

Uso de antidepressivos na gravidez e o risco de defeitos cardíacos congênitos

Notícia / Publicada em 3 de junho de 2013

Estados depressivos dos pais e a presença de espectro autista na criança

Notícia / Publicada em 29 de outubro de 2010

Depressão pré-natal aumenta o risco de parto prematuro e baixo peso ao nascer

Notícia / Publicada em 4 de junho de 2003

Depressão pós-parto atinge uma em cada cinco mulheres, diz estudo

Notícia / Publicada em 20 de novembro de 2000

A Psicoterapia Interpessoal é Eficiente Para a Depressão Pós-Parto



Assinantes


Esqueceu a senha?