Nevo melanocítico congênito em crianças pequenas: características histopatológicas e desfechos clínicos - The Journal of the American Academy of Dermatology (JAAD). DOI:10.1016/j.jaad.2016.12.026

Emily A. Simons, MPH, Jennifer T. Huang, MD, Birgitta Schmidt, MD

Antecedentes: Apesar de apenas os grandes nevos melanocíticos congênitos (CMN) estarem associados a um risco significativamente elevado de transformação maligna, os CMN de todos os tamanhos são propensos a alterações na aparência clínica na primeira infância e, portanto, são frequentemente biopsiados ou excisados. Enquanto CMNs tipicamente exibem comportamento benigno, achados histopatológicos atípicos podem ser comuns e podem induzir a procedimentos adicionais desnecessários.

Objetivo: Avaliar a prevalência e os desfechos clínicos associados às características histopatológicas atípicas do CMN em crianças.

Métodos: Realizou-se um estudo retrospectivo de um único centro...

Palavras chave: Dernatologia, Pediatria, Nevos melanocíticos congênitos, dermatopatologia, melanoma pediátrico

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Artigo / Publicado em 9 de julho de 2015

Dermatoses Neonatais

Artigo / Publicado em 29 de setembro de 2015

Urticária solar

Artigo / Publicado em 16 de agosto de 2016

Cútis Laxa

Artigo / Publicado em 28 de julho de 2017

Eczema Craquelé

Artigo / Publicado em 26 de fevereiro de 2015

Estenose aórtica

Artigo / Publicado em 28 de junho de 2016

Tratamento da Dermatite Atópica

Artigo / Publicado em 30 de junho de 2000

Nevos: Risco de Melanoma

Notícia / Publicada em 10 de janeiro de 2018

Uso de hidroclorotiazida aumenta risco de câncer de pele

Notícia / Publicada em 4 de outubro de 2016

Lesões de pele com aparência benigna em crianças podem ser melanomas

Notícia / Publicada em 18 de novembro de 2015

O uso de antibióticos orais antes do tratamento com isotretinoína em pacientes com acne



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa