Clostridium difficile na Europa - The Lancet 2011; 377:63-73.

Pouco se sabe sobre a extensão da infecção por Clostridium difficili na Europa. Bauer e colaboradores, do Centre for Infectious Disease Control, Holanda, realizaram estudo com o objetivo de obter uma visão global mais ampla da infecção por esse microorganismo na Europa, criando a capacidade para diagnóstico e rastreamento.

Foi criada uma rede de 106 laboratórios em 34 países europeus. Em novembro de 2008, de um a seis hospitais em cada país, relativo à sua população, testaram amostras de fezes de pacientes com suspeita de infecção por C. difficile ou diarreia desenvolvida após três ou mais de hospitalização. Um caso foi definido quando, subsequentemente, toxinas foram identificadas nas fezes. Dados clínicos e de isolados foram coletados para os primeiros 10 casos por hospital. Após três meses, os dados clínicos...

Palavras chave: infecção, difficile, infecção c, c difficile, c, infecção c difficile, pacientes, europa, após, ribotipos, hospitais, dados, mais, lancet 2011;, após três, idade, europeus, isolados, 027, clínicos,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='Clostridium difficile na Europa - The Lancet 2011; 377:63-73. infecção, difficile, infecção c, c difficile, c, infecção c difficile, pacientes, europa, após, ribotipos, hospitais, dados, mais, lancet 2011;, após três, idade, europeus, isolados, 027, clínicos, ',@type='ARTICLE', @libdocidant=0, @max_rows=10, @key_rank=0


Assinantes


Esqueceu a senha?