Drogas Antiarrítmicas - Parte VII - Sotalol

Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Introdução - Farmacologia - Efeitos colaterais - Interações medicamentosas - Uso clínico - Referências Bibliográficas. Introdução. O sotalol é um betabloqueador não cardiosseletivo que também possui propriedades bloqueadoras de canais de potássio. É classificado como agente de classe III no sistema de classificação Vaughan-Williams para medicamentos antiarrítmicos devido ao seu efeito predominante de bloqueio de canais de potássio. O sotalol prolonga a duração do potencial de ação e o período refratário efetivo no átrio e ventrículo e no tecido nodal e extranodal, pois é um potente inibidor competitivo da corrente de potássio. O sotalol exibe efeitos dependentes do uso reverso, o que significa que o efeito máximo de bloqueio da corrente de potássio ocorre quando a frequência cardíaca é lenta, aumentando o risco de prolongamento do intervalo QT e torsades de pointes em condições bradicárdicas. Uma dose baixa é suficiente para exercer um efeito de bloqueio beta. Por exemplo, 25mg oferece boa atividade de bloqueio beta, mas para efeitos antiarrítmicos de classe III, é necessária uma dose mais alta, na faixa de 80mg..

Palavras chave: Sotalol, aumento, propriedades, taquiarritmias, repolarização, prolongamento, atividade, betabloqueadores, não-cardiosseletivos, fibrilação atrial, amiodarona.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Artigo / Publicado em 12 de fevereiro de 2020

Drogas Antiarrítmicas - Parte IX - Amiodarona

Artigo / Publicado em 31 de março de 2009

Taquicardia Ventricular

Artigo / Publicado em 15 de janeiro de 2001

Fibrilação e Flutter Atrial

Artigo / Publicado em 20 de março de 2020

Drogas Antiarrítmicas - Parte I - Princípios Gerais

Artigo / Publicado em 15 de dezembro de 2015

Fibrilação Atrial no paciente idoso

Artigo / Publicado em 17 de fevereiro de 2020

Drogas Antiarrítmicas - Parte VI - Betabloqueadores

Notícia / Publicada em 11 de janeiro de 2011

Ablação por cateter é superior aos antiarrítmicos no controle dos sintomas da fibrilação atrial paroxística

Notícia / Publicada em 15 de março de 2010

Dronedarona e outras drogas antiarrítmicas usadas na fibrilação atrial - quais os pontos fortes e fracos de cada uma?

Notícia / Publicada em 10 de janeiro de 2003

Uso da amiodarona para pacientes com infarto seguido de fibrilação atrial

Notícia / Publicada em 3 de julho de 2000

A Amiodarona Pode Ser Eficiente Como Droga de Primeira Escolha Para Fibrilação Atrial



Assinantes


Esqueceu a senha?