Fibrilação Atrial: fatores e locais desencadeantes

Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Introdução. - A história natural da Fibrilação Atrial. - Remodelamento Atrial. - Contexto clínico. - Abordagem dos pacientes. - Referências . Introdução. A fibrilação atrial (FA) é a arritmia sustentada mais comum em seres humanos, causando um número crescente de complicações e óbitos. Os levantamentos baseados em eletrocardiograma (ECG) sugerem que cerca de 1% da população total é afetada. O número de pacientes com FA provavelmente irá dobrar ou triplicar nas próximas duas a três décadas. A prevalência da FA é claramente dependente da idade. A crescente prevalência de FA pode ser explicada em parte pelo aumento da idade média na população humana.. Os pacientes com FA geralmente buscam atendimento médico por causa de sintomas relacionados à arritmia. O tratamento desses sintomas tem sido a principal motivação para a terapia da FA no passado. Nos estudos epidemiológicos e outros estudos observacionais, a FA está associada ao excesso de morte. Os dados disponíveis sugerem que a presença de FA aproximadamente dobra as taxas de mortalidade em indivíduos afetados, independentemente de outras condições cardiovasculares ...

Palavras chave: Cardiologia, Fibrilação Atrial, fatores, locais desencadeantes, Remodelamento

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='Fibrilação Atrial: fatores e locais desencadeantes Cardiologia, Fibrilação Atrial, fatores, locais desencadeantes, Remodelamento',@type='ARTICLE', @libdocidant=17403, @max_rows=10, @key_rank=0


Assinantes


Esqueceu a senha?