Terapia farmacológica e cirúrgica da bexiga hiperativa

Equipe Editorial Bibliomed

© Equipe Editorial Bibliomed. Neste Artigo:. - Introdução - Terapia Farmacológica - Estimulação de Nervo Sacral - Estimulação Percutânea do Nervo Tibial - Neurotoxina Botulínica Tipo A - Referências Bibliográficas. Introdução . Bexiga hiperativa (BHA) caracteriza-se por um quadro de urgência urinária, com ou sem incontinência de urgência, geralmente acompanhada de frequência e noctúria. Sua prevalência estimada é de 16%, representando cerca de 33 milhões de adultos norte-americanos (desses, 12 milhões apresentam incontinência urinária de urgência associada). Além disso, tem impacto significativo na qualidade de vida, e os pacientes com sintomas de trato urinário inferior costumam reportar altas tacas de depressão, redução do prazer com a atividade sexual e menor produtividade no trabalho. Por esses motivos, o impacto econômico também é significativo.. Felizmente, as opções terapêuticas para os quadros de BHA encontram-se em processo de rápida evolução. As opções de primeira linha incluem modificações comportamentais ...

Palavras chave: solifenacina, sintomas, tratamento, menor, idade, oxibutinina, escore, pacientes, melhora, uso solifenacina, oxibutinina tolteradina, urgência, bha, disponíveis, tolteradina, eventos, farmacológica, neurotoxina botulínica tipo, boca seca, drogas encontram

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?