Arritmias Cardíacas

Equipe Editorial Bibliomed

© Equipe Editorial Bibliomed. Neste Artigo:. - Introdução. - Sinais e sintomas - Avaliação Diagnóstica. - Tratamento. - Conclusão. - Referências Bibliográficas. Em uma definição abrangente, as arritmias cardíacas compreendem qualquer anormalidade ou alteração na seqüência de ativação normal do miocárdio. Existem literalmente centenas de tipos diferentes de arritmias cardíacas. O ritmo cardíaco normal, chamado ritmo sinusal, pode ser perturbado por alterações na automaticidade ou por hiperreatividade. Focos ectópicos podem excitar o miocárdio, provocando contrações atriais prematuras (CAPs) ou contrações ventriculares prematuras (CVPs). Taquiarritmias atriais persistentes, como a fibrilação atrial, a taquicardia atrial paroxísticas e a taquicardia supraventricular, originam-se de estímulos de reentrada. De um modo geral, a gravidade da arritmia depende da presença ou ausência de alterações estruturais cardíacas subjacentes.. Introdução . A despeito do tipo específico de arritmia, o processo patogênico das arritmias decorre de 1 de 3 mecanismos básicos: aumento ou supressão da automaticidade, atividade ...

Palavras chave: arritmias, automaticidade, mais, arritmia, reentrada, tipo, cardíacas, taquicardia, arritmias cardíacas, sintomas, atriais, a, ser, modo geral, comuns, supressão automaticidade, sinusal, cardíacas, monomórfica sustentada ser, hemodinamicamente toleráve

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?