Novas terapias farmacológicas para a fibrilação atrial

Equipe Editorial Bibliomed

© Equipe Editorial Bibliomed. - Introdução. - Bases Mecânicas da FA. - Alvos Conceituais no Manejo da FA. - Bloqueadores de Canais Iônicos. - Terapias Não-Iônicas. - Referências Bibliográficas. Introdução. A fibrilação atrial (FA) é o distúrbio do ritmo cardíaco mais comum. As estimativas norte-americanas mostram que mais de 10 milhões de pacientes apresentarão esse diagnóstico no ano de 2050. A prevalência aumenta com a idade, chegando a 9% a 24%, na oitava década de vida. A morbidade associada à FA manteve-se praticamente inalterada nas duas últimas décadas. O consenso de abordagem da FA, publicado pelo American College of Cardiology, em associação ao American Heart Association e à European Society of Cardiology, em 2006, propõe o emprego de drogas antiarrítmias das classes 1c ou 3 para a manutenção do ritmo sinusal. No entanto, o número de pacientes mantidos em ritmo sinusal, atualmente, na maioria dos estudos, tem sido baixo (cerca de 33% a 56%). Além disso, de 30% a 60% dos pacientes apresentam contra-indicações ao uso de pelo menos um antiarrítmico. No Canadian Trial of Atrial ...

Palavras chave: fa, atrial, pacientes, é, redução, à, manejo, ritmo, remodelamento, american, fa é, fibrilação atrial, sinusal, mais, pda, antiarrítmicos, resulta, iki iks ik1 desempenham, observado fa, desempenham importante,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='Novas terapias farmacológicas para a fibrilação atrial fa, atrial, pacientes, é, redução, à, manejo, ritmo, remodelamento, american, fa é, fibrilação atrial, sinusal, mais, pda, antiarrítmicos, resulta, iki iks ik1 desempenham, observado fa, desempenham importante, ',@type='ARTICLE', @libdocidant=16159, @max_rows=10, @key_rank=0
Artigo / Publicado em 12 de fevereiro de 2020

Drogas Antiarrítmicas - Parte IX - Amiodarona

Artigo / Publicado em 15 de janeiro de 2001

Fibrilação e Flutter Atrial

Artigo / Publicado em 10 de março de 2020

Drogas Antiarrítmicas - Parte III - Quinidina e Disopiramida

Artigo / Publicado em 12 de abril de 2013

Abordagem da Fibrilação Atrial em Pacientes com Insuficiência Cardíaca

Artigo / Publicado em 20 de janeiro de 2012

Abordagem das bradiarritmias

Artigo / Publicado em 26 de janeiro de 2004

Papel da Digoxina na ICC e nas Arritmias cardíacas

Notícia / Publicada em 31 de agosto de 2017

Terapêutica inicial acionada por fatores de risco como prevenção da progressão da fibrilação atrial

Notícia / Publicada em 17 de março de 2014

Ablação traz melhores resultados no tratamento de FA paroxística

Notícia / Publicada em 7 de novembro de 2012

A eficácia do uso de PUFA na manutenção do ritmo sinusal na fibrilação atrial persistente

Notícia / Publicada em 11 de janeiro de 2011

Ablação por cateter é superior aos antiarrítmicos no controle dos sintomas da fibrilação atrial paroxística



Assinantes


Esqueceu a senha?