Papel do Uso da Artéria Radial na Revascularização Cirúrgica do Miocárdio

Equipe Editorial Bibliomed

Autor: Marco Tulio Baccarini Pires. . Neste Artigo:. . - Introdução. - Dilatação Mediada pelo Fluxo. - Taxas de oclusão após tempo médio de 27 meses. - Resultados após 5 anos. - Referências Bibliográficas. - Veja Mais Artigos Relacionados ao Tema. . “A artéria radial foi proposta inicialmente para ser utilizada como um enxerto na cirurgia de revascularização miocárdica (CTM)  nos anos 70, tendo sido posteriormente abandonada. Na década de 90 a CRM usando-se a artéria radial como enxerto foi novamente retomada.”. . Introdução. . Existem algumas diferenças entre as artérias radial e mamária (torácica interna) ao serem utilizadas como enxerto no coração – a radial tem uma espessura maior em suas paredes do que a mamária, e tem uma maior reatividade vascular (espasmo) quando comparada com a mamária. O segundo problema é o grau de hiperplasia endotelial apresentada pela radial. Mesmo assim, resultados satisfatórios têm sido observados após seu implante a curto e a médio prazo.. . Somente ...

Palavras chave: radial, artéria, artéria radial, após, enxerto, mamária, resultados, ser, mediada, revascularização, médio, cirurgia revascularização, ser utilizada, dilatação mediada, cirurgia, crm, utilizada, arterial, implante, implante circulação coronariana,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='Papel do Uso da Artéria Radial na Revascularização Cirúrgica do Miocárdio radial, artéria, artéria radial, após, enxerto, mamária, resultados, ser, mediada, revascularização, médio, cirurgia revascularização, ser utilizada, dilatação mediada, cirurgia, crm, utilizada, arterial, implante, implante circulação coronariana, ',@type='ARTICLE', @libdocidant=13950, @max_rows=10, @key_rank=0


Assinantes


Esqueceu a senha?