Resistência à Insulina, Obesidade e Risco Cardiovascular

Equipe Editorial Bibliomed

Dr. Regazzoni Carlos Javier . . Neste Artigo:. . - Síndrome de Resistência à Insulina. - Resistência à Insulina e Tecido Adiposo. - Resistência à Insulina e Dislipidemia. - Conclusão. - Veja Outros Artigos Relacionados ao Tema. . A síndrome de resistência à insulina é um transtorno metabólico importante em obesos e diabéticos de tipo II, com fortes repercussões sobre o metabolismo dos lipídios e risco de doença vascular. Apesar de muitas teorias atribuírem à hiperinsulinemia, que acompanha esta síndrome, um papel fundamental na fisiopatologia de suas alterações, aparentemente o papel central, corresponderia ao eixo adipo-insulínico.. . A resistência à insulina é uma síndrome associada a um risco aumentado de doença cardiovascular, obesidade, diabetes tipo II e dislipidemia. Ela suscitou um enorme interesse devido aos complexos mecanismos fisiopatológicos subjacentes, cuja elucidação ajudará na melhor compreensão de outros transtornos tais como a obesidade, algumas alterações da síndrome de ovários policísticos e a hipertensão arterial (1,2). Revisaremos os pontos em comum descobertos recentemente entre a resistência à insulina, a ...

Palavras chave: à, insulina, resistência à, resistência, à insulina, tecido, resistência à insulina, tecido adiposo, adiposo, síndrome, obesidade, risco, doença, síndrome resistência, é, aterosclerótica, tipo, ii, corporal, ações,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='Resistência à Insulina, Obesidade e Risco Cardiovascular à, insulina, resistência à, resistência, à insulina, tecido, resistência à insulina, tecido adiposo, adiposo, síndrome, obesidade, risco, doença, síndrome resistência, é, aterosclerótica, tipo, ii, corporal, ações, ',@type='ARTICLE', @libdocidant=13198, @max_rows=10, @key_rank=0


Assinantes


Esqueceu a senha?