Perversões Sexuais: O Limite Entre o Normal e o Patológico

Equipe Editorial Bibliomed

Fernando Falabella Tavares de Lima . . Neste Artigo:. . - Contextualização Histórica. - Perversão para Freud. - Abordagem Médico-Psicodinâmica. - Alternativa de Tratamento. . "Este artigo pretende ampliar a discussão a respeito do que pode ser considerado normal enquanto manifestação do comportamento sexual humano e o que é o patológico, ou seja, as perversões sexuais propriamente ditas. Para isso, será tomado um vértice psicanalítico na compreensão da temática". . . Contextualização Histórica. . Inicialmente, vale considerar que, até meados do século XIX, as teorias sexuais não eram temáticas muito abordadas em discussões científicas. Entretanto, no final daquele século, inúmeros autores começaram a formular estudos científicos sobre distúrbios de comportamento e perversões sexuais. Como bem descreveu Valas, atos considerados como "monstruosos" passaram a ser objetos de estudos científicos.. . O mesmo autor citou que muitos cientistas passaram a estudar as características médico-biologicistas, a hereditariedade e a natureza dos fenômenos perversos.. Todavia, foi apenas com a teoria evolucionista sobre a sexualidade humana que a perversão passou ...

Palavras chave: sexual, sexuais, perversão, é, ser, perversões, freud, perversões sexuais, psicanalista, sexualidade, valas, pulsão sexual, sexual humano, não ser, até, negativo, compreensão, estudos, temática, advertiu é formada,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='Perversões Sexuais: O Limite Entre o Normal e o Patológico sexual, sexuais, perversão, é, ser, perversões, freud, perversões sexuais, psicanalista, sexualidade, valas, pulsão sexual, sexual humano, não ser, até, negativo, compreensão, estudos, temática, advertiu é formada, ',@type='ARTICLE', @libdocidant=12854, @max_rows=10, @key_rank=0


Assinantes


Esqueceu a senha?