A Terapia Biológica no Tratamento de Úlceras e Escaras Associadas ao Diabetes

Equipe Editorial Bibliomed

A morbimortalidade associada a úlceras de estase venosas, no pé do diabético, ou em úlceras de pressão (sacra, glútea ou trocantérica) é alta. A prevalência dos três tipos nos Estados Unidos é de 3 a 6 milhões. A população diabética nos Estados Unidos é de 16 milhões de pessoas e são realizadas 1.200 amputações de membros a cada semana, das quais 84% são precedidas por úlceras de pé. Nestes pacientes, a mortalidade em 5 anos é de 39 a 68%. Estima-se que 17% dos pacientes hospitalizados têm úlcera de pressão; a cura do estágio II das mesmas é de 26% aos seis meses.. As feridas crônicas caracterizam-se por um comprometimento, não só anatômico, mas também funcional, com disfunção plaquetária, em relação à secreção de fatores de crescimento, migração de macrófagos até a ferida, estimulação da angiogênese e síntese do colágeno.. O tratamento destas escaras com equivalente de pele humana (HSE) é uma boa opção de tratamento, devido ao agregado de células adicionais e de fatores de crescimento. O HSE "Apligraf" ® foi aprovado pela FDA por acelerar o fechamento destas lesões. Estudos demonstraram que o Apligraf funciona através da liberação de fatores de crescimento e citoquinas ao meio da ferida crônica.. Em estudos anteriores, o Apligraf mostrou uma eficácia 3 vezes maior que o grupo controle para alcançar o fechamento destas feridas.. Com o objetivo ...

Palavras chave: cura, úlceras, tratamento, pacientes, feridas, HSE , pressão, apligraf, úlcera, não, estágio, lesões, curadas, aplicação, feridas, feridas curadas

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Search_LibdocFree @SearchWordsAux='A Terapia Biológica no Tratamento de Úlceras e Escaras Associadas ao Diabetes cura, úlceras, tratamento, pacientes, feridas, HSE , pressão, apligraf, úlcera, não, estágio, lesões, curadas, aplicação, feridas, feridas curadas',@type='ARTICLE', @libdocidant=11922, @max_rows=10, @key_rank=0
Artigo / Publicado em 25 de abril de 2017

Pé Diabético

Artigo / Publicado em 17 de novembro de 2015

Infecções no Pé Diabético

Artigo / Publicado em 9 de setembro de 2015

Úlceras de Decúbito

Artigo / Publicado em 19 de dezembro de 2008

Infecções bacterianas cutâneas

Artigo / Publicado em 17 de agosto de 2000

Tratamento de Úlceras Gástricas Associadas a Antiinflamatórios Não Esteróides

Notícia / Publicada em 28 de janeiro de 2016

Oxigenioterapia hiperbárica não reduz as indicações de amputação em pacientes com pé diabético

Notícia / Publicada em 11 de janeiro de 2016

Novo produto aprovado para tratamento do pé diabético nos Estados Unidos

Notícia / Publicada em 4 de março de 2002

TRH pode prevenir úlceras de membros inferiores e escaras

Notícia / Publicada em 8 de janeiro de 2001

A Maioria dos Pacientes com Úlceras Arteriais na Perna se Beneficia com a Revascularização

Notícia / Publicada em 3 de julho de 2000

FDA Aprova Novo Produto Para Úlceras Diabéticas Nos Pés



Assinantes


Esqueceu a senha?