03 - Alergias Respiratórias e Asma - Prevenção - Orientações para Anamnese

Equipe Editorial Bibliomed

Os sintomas devem ser avaliados quanto à freqüência (antigos ou recentes ? Sazonais ou perenes ?), severidade, antecedentes familiais e pessoais , fatores predisponentes (presença de alérgenos em casa ?) e tratamentos prévios (adesão aos regimes adotados, eficácia e efeitos colaterais). É importante registrar a natureza da ocupação profissional e lazer do paciente e o impacto do distúrbio sobre o seu modo de vida (p.ex.: ausência do trabalho ou escola, distúrbios no sono, etc). . . Episódios de rinite tendem a ser banalizados tanto pelos pacientes quanto pelos médicos e isto é ruim, uma vez que medidas profiláticas associadas a corticosteróides e/ou anti-histamínicos tópicos, são extremamente eficazes no controle dos sintomas, com efeitos colaterais mínimos. Pesquisas recentes sugerem que cerca de 80% das pessoas com asma também possuem rinite, sendo que o tratamento da rinite nessas pessoas reduz os sintomas de asma e a hiperreatividade brônquica. . . A Asma e a Sinusite ou a Otite Média Serosa junto às infecções respiratórias altas e baixas, são complicações frequentes da Rinite Alérgica. Esta afirmação é defendida por uma bibliografia epidemiológica extensa que descreve a alergia nasal, mediada pela Imunoglobulina E como fator promotor comum destas enfermidades. Desta maneira, a fisiopatologia descreve um modelo de inflamação na mucosa nasal, com congestão ...

Palavras chave: rinite, alérgica, rinite alérgica, é, asma, pessoas, nasal, mais, tratamento, alergia nasal, alergia, metade, ?, alérgenos, mucosa, metade crianças, estudo, publicado ano, média, apresentam reações a certos,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?