Espessura de camadas da carótida comum pode prever acidentes vasculares cerebrais

10 de fevereiro de 2005
Equipe Editorial Bibliomed

10 de fevereiro de 2005. A espessura das camadas íntima e média das artérias carótidas pode servir como um indicador do risco de possíveis complicações relacionadas à ruptura de placas ateroscleróticas nesse vaso. É o que afirmam médicos turcos no último número do periódico Acta Neurologica Scandinavica. Após correlacionarem a espessura das camadas íntima e média das carótidas comuns e o lado acometido por acidentes vasculares encefálicos em 100 pacientes, os estudiosos concluíram que os infartos cerebrais foram mais comuns no lado onde foram observadas...

Palavras chave: espessura, camadas, espessura camadas, carótidas, comuns, cerebrais, 2005, neurologica scandinavica, espessura camadas íntima, vasculares, íntima média, camadas íntima, íntima, média

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 15 de setembro de 2005
Mini-laparotomia tem utilidade restrita nos aneurismas abdominais
Clipping / Publicado em 28 de junho de 2004
Unicamp realiza projeto catarata e diabetes
Clipping / Publicado em 2 de março de 2004
Estudo liga morte a trabalho escravo
Clipping / Publicado em 27 de maio de 2003
Saúde define ainda esta semana plano para aumentar vagas em UTI's
Clipping / Publicado em 5 de maio de 2003
De quem é a razão?
Clipping / Publicado em 5 de maio de 2003
Esperança de vida
Clipping / Publicado em 25 de abril de 2003
Especialistas de 13 países participam de oficina sobre doenças tropicais no Rio
Clipping / Publicado em 24 de abril de 2003
Analisada a distribuição das cardiomiopatias primárias
Clipping / Publicado em 17 de abril de 2003
Mosquito da dengue reaparece no Chile
Clipping / Publicado em 16 de abril de 2003
Vacina contra gripe também protege o coração


Assinantes


Esqueceu a senha?