Nem feitiçaria, nem tecnologia: pesquisa minimiza eficácia da ginástica passiva

19 de fevereiro de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

19 de Fevereiro de 2003. Um estudo realizado no Centro de Medicina da Atividade Física e do Esporte (Cemafe) contesta a eficácia dos cintos eletroestimuladores amplamente divulgada em peças publicitárias.
De acordo com a pesquisa, as promessas da ginástica passiva tornam-se desculpas para que muitos deixem de realizar atividades físicas, além disso, os aparelhos anunciados promovem alterações bioquímicas no organismo semelhantes àquelas conseguidas por flexões abdominais, e a maior parte das promessas do aparelho não se cumpre. Muitas vezes para se...

Palavras chave: pesquisa, ginástica passiva, ginástica, eficácia, passiva, não, promessas, abdominais maior, alterações, abdominais maior parte, bioquímicas, maior parte, por flexões abdominais, apa

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



Assinantes


Esqueceu a senha?