Estudo brasileiro associa más condições sócio-econômicas à diminuição da incidência de asma.

07 de novembro de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

07 de Novembro de 2003. Pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas publicaram artigo no American Journal of Public Health cujos resultados estão em conformidade com a hipótese higiênica da asma — segundo a qual uma exposição precoce a infecções na infância teria um papel protetor contra a doença. O estudo envolveu 2250 adolescentes do sexo masculino, todos com 18 anos de idade. As implicações dos resultados ainda não estão claras, uma vez que os fatores de risco encontrados protegem contra uma série de doenças graves da infância.

Palavras chave: asma, resultados, estão, infância, doença, adolescentes sexo, envolveu 2250, 2250 adolescentes sexo, sexo masculino, papel, 2250 adolescentes, infecções, adolescentes, envolveu, 2250

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 12 de junho de 2007
Excesso de peso nas mulheres aumenta risco de diabetes
Clipping / Publicado em 6 de março de 2007
Crianças obesas podem ter puberdade mais cedo
Clipping / Publicado em 14 de julho de 2006
Estilo de vida saudável reduz risco de AVC em mulheres
Clipping / Publicado em 6 de janeiro de 2006
Para estudo canadense, vinho faz bem para sem-teto alcoólatras
Clipping / Publicado em 27 de outubro de 2005
Suécia confirma caso de gripe aviária
Clipping / Publicado em 20 de outubro de 2005
Japoneses descobrem substância que denuncia envelhecimento dos dentes
Clipping / Publicado em 8 de abril de 2005
Painel de especialistas discute abordagem da menopausa
Clipping / Publicado em 8 de abril de 2005
Aterosclerose começa na infância, afirmam pesquisadores
Clipping / Publicado em 4 de dezembro de 2003
Insuficiência renal e seu impacto no prognóstico da angioplastia
Clipping / Publicado em 27 de janeiro de 2003
Xixi na cama afeta até 5% dos jovens


Assinantes


Esqueceu a senha?