Cuidados com pacientes gravemente enfermos com COVID-19

19 de março de 2020
Equipe Editorial Bibliomed

19 de março de 2020 (Bibliomed). Os informes iniciais sugerem que o COVID-19 está associado a uma doença grave que requer cuidados intensivos em aproximadamente 5% das infecções comprovadas. Dada a frequência com que a doença está se tornando, como em surtos prévios graves de infecções respiratórias agudas graves - SARS (síndrome respiratória aguda grave), MERS (síndrome respiratória do Oriente Médio), influenza aviária A (H7N9) e influenza A (H1N1) pdm09 - os cuidados intensivos serão um componente...

Palavras chave: Infectologia, COVID-19, infecções, cuidados intensivos, ventilação mecânica.

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 11 de maio de 2007
Ômega 3 tem efeito benéfico na massa muscular
Clipping / Publicado em 11 de maio de 2007
Sexo oral aumenta o risco de câncer na garganta
Clipping / Publicado em 10 de maio de 2007
Declínio nas taxas de morte e falência cardíaca em síndromes coronarianas agudas
Clipping / Publicado em 16 de fevereiro de 2006
Oito dos nove fatores de risco para doença do coração são influenciados pela dieta
Clipping / Publicado em 4 de janeiro de 2006
Doença periodontal durante a gestação pode afetar o feto
Clipping / Publicado em 30 de dezembro de 2005
O conforto do dia-a-dia nos torna sedentários
Clipping / Publicado em 7 de junho de 2005
Tratamento adjuvante melhora prognóstico de mulheres com câncer de mama
Clipping / Publicado em 27 de abril de 2005
Eficácia de remédio em tratamento de câncer de mama é confirmada
Clipping / Publicado em 10 de dezembro de 2004
Laptop no colo pode reduzir fertilidade masculina, diz estudo
Clipping / Publicado em 8 de julho de 2003
Mulheres negras são mais vulneráveis à reinfecção pelo vírus HIV, diz USP


Assinantes


Esqueceu a senha?