Desaceleração miocárdica no prognóstico pós-infarto

23 de maio de 2006
Equipe Editorial Bibliomed

23 de Maio de 2006. A atividade vagal diminuída após infarto do miocárdio, diminui a variabilidade da freqüência cardíaca e aumenta o risco de morte. Em estudo publicado na última edição do The Lancet, pesquisadores avaliaram a hipótese da capacidade de desaceleração ser um melhor fator preditor de risco, comparada à fração de ejeção de ventrículo esquerdo (FEVE). Segundo os resultados obtidos, uma capacidade de desaceleração da freqüência cardíaca prejudicada é um poderoso preditor de mortalidade após infarto do miocárdio. Além disso, se mostrou...

Palavras chave: freqüência, desaceleração, 2006, feve, capacidade desaceleração, após infarto, após infarto miocárdio, freqüência cardíaca, infarto miocárdio, preditor, capacidade, lancet, após, inf

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 19 de outubro de 2005
Gene da pulga 'pode ajudar a consertar artérias'
Clipping / Publicado em 6 de outubro de 2005
Estudo mostra viabilidade de administração supervisionada de antibióticos intra-venosos no ambiente doméstico
Clipping / Publicado em 17 de agosto de 2005
Estudo: pessoas com amigos pobres são mais felizes
Clipping / Publicado em 29 de abril de 2005
Prefeitura do Rio anuncia fechamento definitivo da maternidade Leila Diniz
Clipping / Publicado em 22 de abril de 2005
OMS localiza amostras perdidas de vírus da gripe
Clipping / Publicado em 18 de abril de 2005
Vírus mortal não localizado
Clipping / Publicado em 6 de dezembro de 2004
Hormônios: quando os mensageiros do orgasmo entram em colapso
Clipping / Publicado em 20 de fevereiro de 2004
Afecções da artéria carótida levam a queda do desempenho cognitivo
Clipping / Publicado em 21 de novembro de 2003
Prevenção do câncer de mama reforça recomendações
Clipping / Publicado em 24 de junho de 2003
Homem irá viver mais que mulher


Assinantes


Esqueceu a senha?