Sirolimus por via oral não previne a reestenose em stents

09 de abril de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

09 de Abril de 2003. Os stents recobertos com sirolimus são uma terapia nova e promissora para evitar a reestenose coronariana. Pesquisadores americanos trataram 22 pacientes de risco especialmente alto para reestenose com sirolimus por via oral. Os resultados de sua observação foram publicados na revista Circulation desta semana. Os autores verificaram que a hipertrigliceridemia e a leucopenia foram os eventos adversos mais freqüentes observados. Mas segundo eles, o sirolimus por via oral não foi capaz de prevenir a reestenose coronariana, que ocorreu...

Palavras chave: reestenose, sirolimus, oral, via oral, oral não, sirolimus via, sirolimus via oral, stents, não, via, verificaram, segundo, adversos mais, eventos, adversos, mais, observados, freqüe

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 9 de janeiro de 2006
Socorro cardíaco deve ser feito sob medida, diz estudo
Clipping / Publicado em 9 de setembro de 2005
Pesquisadores testam lodo de esgoto como adubo
Clipping / Publicado em 3 de dezembro de 2004
Estado fornece Viagra de graça
Clipping / Publicado em 16 de agosto de 2004
Publicada meta-análise de estudos que avaliaram a efetividade das intervenções comunitárias para evitar queimaduras em crianças
Clipping / Publicado em 18 de maio de 2004
Remédios comportamentais lideram vendas para crianças
Clipping / Publicado em 24 de março de 2004
Fazer dieta na meia idade pode prolongar a vida, diz estudo
Clipping / Publicado em 17 de fevereiro de 2004
Tintura de cabelo aumenta risco de câncer do sistema linfático
Clipping / Publicado em 15 de janeiro de 2004
USP desenvolve pesquisas na área de enxertos ósseos
Clipping / Publicado em 26 de setembro de 2003
França consegue fazer a primeira clonagem de ratos
Clipping / Publicado em 10 de janeiro de 2003
Álcool ajuda a evitar ataque do coração, diz pesquisa


Assinantes


Esqueceu a senha?