Publicidade

Publicidade

Publicidade

SEIS-B 100 MG e 300 MG

Laboratório

Apsen Farmacêutica S.A

Principio ativo

PIRIDOXINA, CLORIDRATO (Assoc.)

Classe

Vitaminas isoladas

Composição

Cada comprimido contém: Cloridrato de piridoxina 100 mg ou 300 mg. Excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Apresentação

Comprimidos de 100 ou 300 mg: Caixa contendo 20 comprimidos.

Indicações

SEIS-B® está indicado na profilaxia e tratamento dos estados de deficiência de piridoxina (vitamina B6): alcoolismo, queimaduras, distúrbios metabólicos congênitos (cistationúria, hiperoxalúria, homocistinúria, acidúria xanturênica), febre crônica, gastrectomia, hemodiálise, hipertireoidismo, infecções, doenças intestinais (celíaca, diarréia, enterite regional, espru), síndrome de má absorção associada a doenças hepáticas-biliares, estresse prolongado. Pode ser indicado quando houver o uso dos seguintes medicamentos: ciclosserina, etionamida, hidralazina, imunodepressores, isoniazida, penicilamina, e anticoncepcionais orais contendo estrógenos quando as pacientes apresentarem depressão ou outros distúrbios associados à pílula contraceptiva. A piridoxina (vitamina B6) está indicada também nos casos de síndrome de tensão pré-menstrual (STPM) onde se apresentem os seguintes sintomas: distensão abdominal, edema das extremidades, mastalgia, labilidade emocional (crise de choro espontânea, ansiedade, depressão, irritabilidade), fadiga, letargia, constipação, acne, cefaléia e aumento do apetite.

Contra indicações

Reações de hipersensibilidade à piridoxina (vitamina B6) ou aos constituintes da formulação

Posologia

Administrar os comprimidos com meio-copo de água, sem mastigá-los. Adultos e crianças acima de dois anos de idade: Síndrome da dependência de piridoxina: Iniciar com 25 a 600 mg/dia. Manutenção: 50 mg/dia permanentemente. Adultos: Síndrome de tensão pré-menstrual: 50 a 200 mg/dia nos 10 dias que precedem a menstruação. Deficiência droga-induzida: Prevenção: 10 a 50 mg/dia (penicilamina); 100 a 300 mg/dia (ciclosserina, hidralazina, isoniazida). Tratamento: 50 a 200 mg/dia durante 3 semanas. Manutenção: 25 a 100 mg/dia, se necessário, para evitar reincidência. Alcoolismo: 50 mg/dia, durante 2 a 4 semanas; se houver correção da anemia, o tratamento deve ser continuado indefinidamente para evitar reincidência. Anemia sideroblástica hereditária: 200 a 600 mg/dia, durante 1 a 2 meses. Em caso de resposta terapêutica, manter 30 a 50 mg/dia permanentemente. Depressão pelo uso de anticoncepcionais: 50 a 200 mg/dia, por tempo indeterminado, a critério médico.

Reações adversas

Efeitos adversos de fato atribuíveis à piridoxina (vitamina B6) isoladamente são raramente relatados, como queixas de acidez estomacal, indigestão e náuseas só descritas com doses de 150 a 200 mg/dia, embora haja relato de neuropatias periféricas com a ingestão de 200 mg/dia, por mais de 30 dias. Alteração em exames laboratoriais: A piridoxina (vitamina B6) pode causar falso-positivo na determinação do urobilinogênio, quando se utiliza o reagente de Ehrlich's.

Interações medicamentosas

© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa