Cirurgia Geriátrica - 1ª Ed. - Capítulo 06 - Considerações sobre o Médico diante da Morte

Marco Aurélio Baggio. . I. Introdução. . Velhice e morte são dois assuntos rejeitados e temidos pela cultura ocidental atual. As escolas de medicina dedicam muito pouco tempo de seus currículos à discussão da morte enquanto processo biológico. Também a velhice costuma ser considerada por sua negação — a geriatria contemporânea propõe um conjunto de ações que visam ao prolongamento da vida e ao adiamento da morte. O médico é preparado para sentir-se como um antídoto à da morte e o falecimento de um paciente costuma ser interpretado como um fracasso pessoal. Essa questão está muito relacionada com o tipo de relação que nós, habitantes de uma cultura científico-racionalista, temos com o tempo.. . Um dos textos mais clássicos da mitologia grega — a Teogonia (História dos Deuses), de Hesíodo — justifica de forma muito interessante essa relação com o tempo. Esse autor nos diz que, no princípio de tudo, quando ainda imperavam o caos, a escuridão e as forças indiferenciadas, duas forças básicas....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa