Doenças Venosas - Capítulo 03 - Fisiologia e anatomia funcional

Ainda que as veias formem quase a metade do sistema circulatório e contenham dois terços do sangue, nosso conhecimento acerca da fisiologia venosa tem permanecido defasado, em comparação com o que se conhece sobre a fisiologia arterial.. Há duas razões pelas quais a fisiologia das veias tem sido negligenciada. Primeiro, não há evidentes doenças venosas fatais. Conseqüentemente, não tem havido estímulo do médico ao fisiologista, no sentido de explorar a fisiologia venosa, da mesma forma que os médicos estimulam as pesquisas sobre rins, intestinos, coração e artérias. Em segundo lugar, as veias são extremamente difíceis de examinar. Sua anatomia variável, suas características de fluxo e pressão sempre mutáveis e a suscetibilidade a tantas influências externas locais dificultam a execução e interpretação da medição de suas propriedades fisiológicas. Felizmente, nos últimos 40 anos, temos testemunhado uma enorme melhora nas técnicas de medição, e alguns desses métodos têm sido aplicados às veias. Atualmente existem numerosos livros acerca da fisiologia venosa, sendo vasto o assunto.4,34,84 O propósito deste capítulo é apresentar alguns dos aspectos importantes da fisiologia venosa que....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa