Clínica Médica Vol. 1 - Nº 1 - Infecção Hospitalar - Capítulo 11 - Infecção Relacionada aos Dispositivos Intravasculares

Tânia Moreira Grillo Pedrosa. Renato Camargos Couto. Introdução. As técnicas médicas atuais tornaram indispensável o uso de dispositivos intravasculares, os quais são indicados para administração de soluções endovenosas, medicamentos, hemotransfusões, nutrição parenteral e para monitorização do estado hemodinâmico do paciente crítico. Contudo, desde o lançamento do primeiro cateter intravascular, em 1945, tornaram-se evidentes os riscos de infecção associada ao seu uso.. Dispositivos para Acesso de Curta Permanência (£ 30 Dias). • Cateter venoso periférico: é o mais freqüentemente utilizado, e a flebite (processo mais físico-químico do que infeccioso) é a complicação mais comum. Raramente é causa de infecção sistêmica, provavelmente devido à curta permanência. Fatores associados à infecção: (1) material de que é constituído o cateter; (2) inserção em membros inferiores (adultos); (3) inserção de emergência; (4) solução com pH baixo.. • Cateter arterial periférico: é associado a menor risco de infecção....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa