Ingestão dietética de flavonóis e flavonas e doença arterial coronariana em mulheres norte-americanas - American Journal of Epidemiology 2007; 165(11):1305-13.

Os flavonóis e as flavonas são subgrupos de flavonóides que se acredita serem capazes de reduzir o risco de doença arterial coronariana (DAC). Jennifer Linn e colaboradores, da Universidade de Harvard, realizaram estudo no qual avaliaram prospectivamente a ingestão de flavonóis e flavonas, em relação ao risco de infarto do miocárdio (IM) não-fatal e DAC fatal, em mulheres norte-americanas.

Os pesquisadores analisaram a ingestão desses compostos em questionários de freqüência alimentar, aplicados em 1990, 1994 e 1998.

Durante os doze anos de acompanhamento, os autores documentaram 938 casos de IM não-fatal e 324 mortes por DAC, entre 66.630 mulheres. Eles não observaram associação entre o consumo de flavonóis e flavonas e o risco de IM ou DAC fatal. No entanto, uma leve redução no risco de morte por DAC, foi observada...

Palavras chave: risco, flavonóis, consumo, dac, flavonóis flavonas, ingestão, im, flavonas, american journal epidemiology, im não-fatal, american journal, não-fatal, journal epidemiology, fatal, baixo, 2007, alto, não, mais, epidemiology,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Artigo / Publicado em 18 de setembro de 2019

Fatores preditivos de eventos cardíacos em cirurgia vascular

Artigo / Publicado em 18 de abril de 2008

Dor Torácica associada ao uso de Cocaína – Parte I

Artigo / Publicado em 29 de dezembro de 2008

Vitamina D

Artigo / Publicado em 4 de janeiro de 2016

Insuficiência Cardíaca Diastólica

Artigo / Publicado em 19 de junho de 2007

Insuficiência Cardíaca Congestiva

Artigo / Publicado em 11 de novembro de 2008

Sinvastatina

Artigo / Publicado em 6 de janeiro de 2012

Dieta do mediterrâneo e o envelhecimento

Notícia / Publicada em 30 de dezembro de 2013

Quantidade e variedade de frutas e hortaliças ingeridas e o risco de doença coronariana

Notícia / Publicada em 11 de maio de 2011

O uso de suplementos de vitamina E em longo prazo está associado com taxas menores de esclerose lateral amiotrófica

Notícia / Publicada em 30 de dezembro de 2008

Um padrão alimentar preditivo de ingestão de flavonol e risco de câncer pancreático



Assinantes


Esqueceu a senha?